Tudo pronto, hora de analisar: conheça as origens de visitas em seu site e como fazer o tagueamento de URL

Aqui é o ponto onde você começa a entender de onde vêm as visitas no seu site, quais são as origens de tráfego em sua loja. É um ponto muito importante para você entender em quais canais seus clientes estão mais presentes, direcionando melhor suas estratégias de vendas e de marketing.

Na lateral esquerda, temos várias opções no menu, mas para fazer essa análise, você vai clicar em Aquisição > Todo o tráfego > Origem / mídia.

Selecione o período que deseja fazer a busca dos dados e ele mostrará, na primeira coluna, o local de origem que trouxeram acesso ao site.

O Google Analytics, por padrão, reconhece 4 origens de tráfego:

1. Orgânico (google / organic)

Nada mais é do que a busca feita pelo navegador. O Google apresenta os links existentes daquela busca, você clica e acessa por ele. Esse é o tráfego orgânico, clicado direto no link que o Google apresenta, de mídia orgânica, não paga (não pode ser anúncio, senão, ele vira outra origem de tráfego, que é o cpc).

image

2. Direto (direct / none)

A origem de tráfego direct / none, ou tráfego direto, é quando você digita o nome do site direto no buscador. Por exemplo: www.lojaintegrada.com.br e abre no site diretamente.

image

3. Por anúncio (Google / CPC)

Vamos supor que está procurando algum produto na internet, por exemplo: loja virtual. Você digita “loja virtual” e o Google trará opções de links com o produto pesquisado. Se clicar no anúncio, você será direcionado para a loja, e essa origem de tráfego será Google / CPC, pois a origem foi o Google e o CPC é o custo por clique no anúncio.

image

4. Mall.googleplex.com / Referral (Referência)

É quando o seu site é referenciado, citado, em outro site. Por exemplo: o site E-commerce Brasil menciona a Loja Integrada em um artigo deles, e essa menção é clicável, direcionando para o site da Loja Integrada.

Quando você olhar o seu Analytics, aparecerá e-commercebrasil.com.br/referral que é a origem de onde acessaram o site da Loja Integrada.

Falamos aqui das 4 origens de tráfego padrão do Google Analytics, porém, ele pode te mostrar outras origens de tráfego por tagueamento de URL. Como faço isso?

Tagueamento de URL

Serve para mostrar outras origens de tráfego em seu site. Por exemplo, você faz uma campanha com um influenciador para divulgar sua loja e vender seus produtos através dos stories dele. Para saber se valeu a pena o investimento nesse influenciador, você consegue medir quantas pessoas acessaram seu site através desta ação.

1º passo: escolha a página de seu site que a pessoa deve cair direto assim que ‘arrastar pra cima’ nos stories.

Copie a URL da sua página e digite no Google: url builder. Clique no site indicado abaixo:

image

2º passo: feito isso, você deve preencher os campos abaixo, em vermelho:

  • Website URL: cole o link da página de seu site, que você escolheu direcionar seus visitantes.
  • Campaign Source: nomeie a origem dessa campanha. Ex: Influenciador (e use o mesmo nome em todas as ações relacionadas a campanha, para poder comparar em suas análises).
  • Campaign Medium: qual é a mídia dessa ação. Ex: Stories.
  • Campaign Name: nome de identificação da campanha
  • Campaign Term e Campaign Content: não é necessário preencher, pois são campos específicos para Google Adwords.

3º passo: preenchidos esses campos, sua URL para tagueamento está criada e pronta para ser enviada para o seu influenciador inserir nos stories dele.

Veja que, as informações inseridas, aparecem parametrizadas no link.

image

Para validar se o link está correto, faça o teste:

  • Copie e cole no seu navegador.
  • Clique no Google Analytics em Tempo real > Visão geral (mostra quantas pessoas temos, em tempo real, no site)
  • Em Principais páginas ativas temos na terceira linha /cases/, a nova url.

image

  • Clique, novamente, em Tempo real > Origens de tráfego e terá o nome da mídia de onde está vindo o tráfego em seu site (Stories) e qual a origem dessa mídia (Influenciador).

image

Você consegue aplicar o tagueamento no seu link da bio, em seus stories, posts orgânicos, e consegue entender o que traz mais retorno para você, direcionando onde vale a pena investir em suas ações.

:bulb: Lembre-se: essas métricas servem somente para analisar o tráfego que foi para a sua loja, quem veio para o seu site, não dos cliques internos.

1 Curtida